Mentira: Cotas reduzem qualidade do ensino universitário

✊🏾 A Lei de Cotas foi aprovada em 2012, e representou um passo importante na democratização do acesso ao ensino superior público no Brasil.

Metade das vagas em universidades federais passaram a ser reservadas a alunos do ensino médio público, e essas cotas sociais são complementadas por ações afirmativas também de cunho racial e étnico.  🤝🏽

🤯 Mas grupos racistas e outros ligados às elites espalham a mentira de as cotas derrubam a qualidade do ensino e da pesquisa produzida nas universidades federais.

São argumentos sem base na realidade. Afinal, não há meritocracia quando estudantes competem em condições desiguais por conta de privilégios econômicos e sociais, e é isso que as cotas buscam reverter: elas são um instrumento de igualdade.

 🤔Além disso, diversos estudos demonstram que não há diferença significativa no desempenho dos estudantes que ingressaram nas universidades por cotas em relação àqueles que entraram sem utilizá-las.

👉🏾 Quem se diz preocupado com a qualidade do ensino superior deveria buscar mais vagas, investimentos e pluralidade, e não enfraquecer os avanços duramente conquistados.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp