Apub participa de mais uma semana intensa de mobilização contra a PEC 32

A Apub se mantém em luta contra a PEC 32, que neste momento é uma pauta prioritária não só para a categoria docente como também para toda a sociedade brasileira, porque ameaça destruir os serviços públicos, reduzindo o acesso da população aos direitos, principalmente mais básicos como educação e saúde.

Pela quinta semana consecutiva, o sindicato participa da mobilização no Congresso Nacional, em Brasília, junto com o PROIFES-Federação e outras entidades regionais e nacionais de servidores públicos, com o objetivo de pressionar os parlamentares ainda indecisos ou favoráveis à proposta de reforma administrativa.

Na segunda-feira, docentes da Apub e servidores de outras entidades da Bahia estiveram no Aeroporto de Salvador, em ato para chamar a atenção de parlamentares antes do embarque, enquanto outros já estavam no aeroporto de Brasília, recepcionando no desembarque.

Na terça e quarta-feira, a mobilização continuou na Câmara com atos, vigílias e conversas. Docentes representando o PROIFES e os sindicatos federados foram recebidos, dessa vez, pelos deputados Aliel Machado (PSB-PR), Nereu Crispim (PSL-RS), João Maia (PL-RB), Enio Verri (PT-PR), Elias Vaz (PSB-GO), Sâmia Bomfim (PSOL-SP), Gleisi Hoffmann (PT-PR) e Tiririca (PL-SP).

Além das ações no Congresso, a Apub tem atuado localmente, articulada com a Frente Baiana pela Educação, para pressionar os/as deputados da bancada baiana, principalmente com denúncia, em spot de carro de som, sobre os danos da PEC 32 para a população e falando sobre como podem contribuir com a luta pressionando também os parlamentares.

Os carros de som têm circulado, e será mantida as passagens nas próximas semanas, pelas principais zonas eleitorais de base dos parlamentares em Salvador – Igor Kannário (DEM), Tia Eron (Republicanos), Adolfo Viana (PSDB), Paulo Azi (DEM), Márcio Marinho (Republicanos) e Abílio Santana (PL) – e também no interior como no município de Guanambi, base eleitoral do relator da PEC 32, deputado Arthur Maia (DEM) e do deputado Charles Fernandes (PSD).

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Close Menu