Instruções para as mesas coletoras de votos

DISPOSIÇÕES GERAIS

Art. 1º – Os mesários deverão instalar a urna às 8h e proceder a sua abertura.

Art. 2º – Não se permitirá voto por procuração.

Art. 3º – Deve-se assegurar o sigilo do voto a que tem direito o eleitor.

Art. 4º – Não será tolerada qualquer manifestação que dificulte o sigilo do voto ou o acesso à urna.

Art. 5º – Às 17 horas de cada dia, quando se encerrar a votação, deverá ser preenchida a ATA de eleição.

Parágrafo 1º – Em caso de força maior será permitida a prorrogação, por mais uma hora, do funcionamento da seção eleitoral, observando-se também as peculiaridades de horário das Unidades.

Parágrafo 2º – Caso todos os eleitores da Unidade tenham votado antes das 17 horas, a votação poderá ser encerrada no momento em que isso ocorrer.

Parágrafo 3º – As urnas localizadas nos pavilhões de aula terão seu turno expandido para as 20 horas, quando deverão ser encerrados os trabalhos.

Parágrafo 4º – Qualquer ocorrência durante o processo eleitoral deverá ser registrada em ATA e subscrita pelos mesários.

Art. 6º – O mesário deverá lacrar a urna e, em seguida, rubricá-la, após o encerramento da votação, encaminhá-la a local seguro e reabri-la no dia seguinte.

Art. 7º – Após as 17 horas as urnas deverão ser entregues pela mesa, acompanhadas das ATAS da eleição, listagem com assinaturas dos eleitores e devolvidos, na Secretaria da APUB.

DA VOTAÇÃO

Art. 8º – Para efetuar a votação, a mesa deve:

a) localizar o nome do professor na lista de votantes;

b) solicitar ao votante que se identifique;

c) tomar sua assinatura na lista de votantes;

d) fornecer-lhe a cédula de votação rubricada por um dos membros da mesa;

e) colocar o voto na urna.

Art. 9º – Diante dos professores cujos nomes não constem da relação:

a) cabe aos mesários solicitar a identificação do professor;

b) após a identificação, proceder a votação de acordo com o art. 10, escrevendo no envelope externo “NOME NÃO CONSTA DA LISTA”.

Art. 10 – Os professores que desejem se filiar ao APUB Sindicato deverão:

a)    Preencher a Ficha de Filiação.

b)    Apresentar uma cópia do contracheque.

c)            O voto será colocado em envelope separado, registrado “Nova Filiação” e o professor (a) deverá assinar na lista “Nova Filiação”.

DO VOTO EM TRÂNSITO

Art. 11 – Para o voto em trânsito:

a) o professor deverá assinar na folha específica para este fim, informando sua unidade de origem;

b) proceder à votação;

c) colocar o voto em envelope apropriado e lacrar;

d) colocar o envelope lacrado em outro envelope identificado e colocar na urna.

Salvador, 4 de junho de 2012

Eloísa Pinto – presidenta em exercício

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Close Menu