Proifes reforça apelo para que libertem o líder da Associação dos Professores de Barém

Mahdi ‘Issa Mahdi Abu Dheeb, sindicalista e presidente da Associação dos Professores de Barém, preso há mais de nove meses, iniciou no último dia 12 de fevereiro uma greve de fome em protesto contra a negativa de pô-lo em liberdade sob fiança, bem como aos continuados maus tratos que têm recebido na prisão. O sindicalista foi preso por  seu envolvimento em protestos pacíficos no ano passado no Barém, na chamada primavera Árabe.

Desde fevereiro de 2011, a Internacional de Educação (IE) lançou inúmeras chamadas para apoiar a  Associação de Professores do Barém. Muitas organizações Membros tomaram medidas e uniram suas vozes em favor dos direitos desses professores. O objetivo a longo prazo da IE é que as autoridades criem as condições necessárias para garantir um do direitos  plenos sindicais, incluindo a liberdade de associação e negociação coletiva para os professores em funcionários do Barém.

Em parceria com LabourStart, a IE lançou uma nova campanha on-line que já gerou mais de 7000 posts desde 26 de Janeiro. Contra essa atrocidade acometida a um dos companheiros de luta, o Proifes-Federação dá visibilidade à campanha e recomenda que seus filiados divulguem e protestem.

Por Proifes-Federação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Close Menu