Professores do IFBA discutem em assembleia distorções na carreira

Foi realizada no dia 16 de abril a Assembleia Geral da Apub no Instituto Federal da Bahia – IFBA, cuja pauta incluía a carreira docente dos professores do magistério superior dos institutos federais. A presidente da Apub Cláudia Miranda presidiu a mesa, na qual também esteve presente a professora Sílvia Leite, representante da Apub na diretoria do Proifes-Federação.
Durante os informes, Ronaldo Naziazeno, do Sinasefe-IFBA, disse que os professores do EBTT e servidores estão em greve por conta da instalação do ponto eletrônico. De acordo com Naziazeno, foram feitas diversas tentativas de diálogo com a reitoria para debater a questão, porém o sindicato não foi recebido.
Na assembleia, o principal descontentamento apresentado pelos professores do MS foi a disparidade existente entre as carreiras de MS e EBTT, agora que estes últimos podem pleitear o RSC. Para os professores do magistério superior, a progressão na carreira está bastante atrelada à titulação e, dentro dos institutos federais, existem docentes que, embora tenham anos de experiência, não possuem doutorado ou mesmo mestrado em alguns casos. A plenária discutiu algumas possíveis estratégias para corrigir a situação e Sílvia Leite se comprometeu a levar a reivindicação dos docentes até a Federação.
Também ficou decidido que os professores do MS irão candidatar delegados para participar do Encontro Nacional do Proifes. Após a assembleia, os professores fizeram uma consulta jurídica com o advogado da Apub.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Close Menu