Pressão sobre deputados contra PEC 32 não pode parar e a Apub permanece em Brasília

Esta é a terceira semana de mobilização dos/as servidores/as públicos no Congresso Nacional, em Brasília, com o objetivo de pressionar deputados/as contra a aprovação da PEC 32. Além da recepção aos parlamentares no Aeroporto, representantes das entidades sindicais, como a Apub e o PROIFES-Federação, têm realizado visitas aos gabinetes e atos na Câmara. A pressão social surte efeito e a base aliada ao governo tenta angariar votos para colocar a PEC em votação, o que demonstra que a disputa está acirrada e há chances de barrar o projeto no Congresso.

QUEM VOTAR A FAVOR DA PEC, NÃO VOLTA!

Parlamentares favoráveis à PEC têm sido confrontados principalmente pelas servidoras e servidores de seus estados, que anunciam: “quem votar a favor da PEC 32, não volta”. As entidades estão dispostas a denunciar aqueles que estão se colocando a favor do desmonte dos serviços públicos e impedir a reeleição. A Apub, organizada também na Frente Baiana pela Educação, conversou, ontem (05), com os deputados Márcio Marinho, Cacá Leão e a deputada Professora Daiane que votam a favor da reforma; o sindicato também busca atuar nas cidades das bases eleitorais dos deputados com outdoors, carros de som e outras estratégias de pressão social; no município de Guanambi, base eleitoral de deputado Arthur Maia (DEM-BA), relator da PEC, a Apub circula um carro de som explicando a posição do parlamentar de ataque aos direitos da população. Nesse mesmo movimento, o sindicato tem uma agenda com o Deputado Márcio Marinho (Republicanos-BA) nesta quinta-feira (07) e aguarda reunião com Tito (Avante-BA).

Do outro lado, cresce a adesão pública à mobilização por parte das/os deputadas/os contrários à reforma administrativa e as entidades reafirmam o apoio a esses parlamentares e futuras candidaturas que fortalecem e defendem os serviços públicos. Alguns deputados antes indecisos, como o deputado José Nunes (PSD-BA), já manifestaram, em diálogo com as entidades, posição contra a PEC 32 e afirmou que se somará em oposição à votação da proposta no plenário da Câmara.

Confira o posicionamento dos deputados da bancada baiana Daniel Almeida (PCdoB-BA) e Zé Neto (PT-BA) contra a reforma administrativa.

ENCONTRO DO MOVIMENTO SINDICAL COM LULA

Na quinta-feira, 7, a Apub e o PROIFES participaram do ato político contra a PEC 32, em Brasília, (veja aqui) e em defesa do serviço público. Na ocasião, ele falou sobre a atual proposta de reforma administrativa e também as diversas investidas do campo político neoliberal, ao longo das últimas décadas, para deslegitimar o funcionalismo público – atacando principalmente os/as servidores/as e sucateando as instituições – com o objetivo de privatizar os serviços e mercantilizar os direitos.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Close Menu