Formação profissional e compromisso social

Uma formação qualificada para jovens arquitetos e engenheiros elaborarem soluções de qualidade para a habitação popular. Este é o objetivo da residência de arquitetura lançada ontem. É um projeto inovador, que adapta a experiência das residências médicas e que poderá futuramente ser estendida a outras formações gerais, cumprindo a lei que prevê assistência técnica pública e gratuita para habitação de interesse social procurará garantir aos pobres habitação de qualidade. Nas funções da Apub, além da defesa das condições de trabalho e remuneração dos professores, está a defesa da universidade pública, gratuita e de qualidade. Assim, saúda a iniciativa que deverá fornecer à sociedade o conhecimento desenvolvido na UFBA. Para conhecer o pensamento da professora Ângela Gordilho Souza, coordenadora do projeto, acesse o artigo Pelo direito à cidade, publicado no jornal A Tarde, nesta quarta-feira (24/07). Durante o evento foram homenageados dois professores Maria Brandão e Pasqualino Magnavita, referências na área de habitação e urbanismo. O professor aposentado, diretor da Apub, Joviniano Neto, participou do evento, representando a entidade.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Close Menu