GT Educação Apub discute cenário da educação na Bahia

A Apub, através do seu GT de Educação, promoveu, no dia 27 de outubro, a mesa redonda “Educação na Bahia: planos decenais, educação infantil e retorno às aulas”. A atividade, transmitida ao vivo pelo canal do YouTube do sindicato, reuniu as professoras Marlene Santos (Faced/GEPEICI/UFBA), Alessandra Assis (FEE-BA) e Maria Couto (FEE-BA) que debateram a situação da educação pública no Estado da Bahia, considerando as metas do Plano Estadual de Educação e contexto de pandemia que afetou as condições de trabalho docente e de aprendizagem dos/as estudantes. A mesa foi conduzida pela professora Uilma Matos, coordenadora do GT, que abriu a atividade com um comunicado da diretoria da Apub a respeito do acompanhamento e avaliação do Semestre Letivo Suplementar da UFBA, tarefa que é também do GT (leia abaixo).

Em sua exposição, a professora Marlene falou sobre a pesquisa realizada pelo seu grupo de pesquisa GEPEICI (Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Infantil, Crianças e Infâncias), intitulada “Profissionais da educação infantil na pandemia de covid-19. A investigação apontou para um cenário de precariedade das condições de trabalhado dessas/dessas profissionais que, em grande parte, utilizam os próprios equipamentos e recursos tecnológicos para exercer suas atividades; relatam falta de apoio e formação institucionais e sobrecarga de trabalho. Os resultados mais detalhados da pesquisa estão disponíveis no canal do YouTube do GEPEICI.

A professora Maria Couto apresentou um estudo dos indicadores do Plano Estadual de Educação, destacando que apenas três das vinte metas – crescimento das matrículas na pós-graduaçao, crescimento da oferta da educação superior e titulação de professores da educação superior – foram alcançadas. Aqui os slides da apresentação. O estudo foi desenvolvido no âmbito do Fórum Estadual de Educação – FEE-BA, que é órgão previsto em lei, que tem como objetivo acompanhar as políticas de educação e monitorar o cumprimento das metas do plano estadual de educação, em articulação com o plano nacional e os planos municipais. 

Já a professora Alessandra Assis, coordenadora do FEE-BA abordou as iniciativas do Fórum, em especial do documento “REORGANIZAÇÃO DO ANO LETIVO NA BAHIA: pela superação das desigualdades educacionais“. O texto detalha uma série de recomendações a respeito de medidas de biossegurança, democratização e acesso a tecnologias digitais, formação profissional e condições de trabalho e práticas pedagógicas.

A mesa redonda na íntegra está disponível aqui.

COMUNICADO DA DIRETORIA APUB SINDICATO

Como fruto de deliberação da Assembleia Geral Docente, ocorrida de forma virtual em 18 de setembro de 2020, institui-se através deste comunicado comissão para recolher e organizar reivindicações relacionadas ao trabalho docente durante o período de afastamento social, a saber, no Semestre Letivo Suplementar, tendo em vista as projeções e perspectivas para o funcionamento da universidade e o trabalho docente no ano de 2021.

Caberá à comissão colher sugestões e propostas de toda a categoria docente e, formalizando-a, encaminhar ao Conselho Universitário.

Fica definida como segue a sua composição:

  1. Coordenação geral (dois membros da diretoria): Raquel Nery e Joviniano Neto
  2. Coordenação adjunta: representantes docentes titulares no CONSUNI + 2 representantes GT educação + 2 membros do Conselho de Representantes
  3. Coordenação jurídica: Emanuel Lins Freire
  4. Dois representantes docentes

Os trabalhos dessa comissão se encerram na reunião do Conselho Universitário que deliberará sobre o(s) período(s) letivo(s) do ano de 2021.

Salvador, 27 de outubro de 2020.

Diretoria APUB Sindicato

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Close Menu