Docentes do IMS/UFBA realizam assembleia e aprovam a continuidade da greve

Na quarta-feira (16), professoras/es do Instituto Multidisciplinar em Saúde da UFBA, em Vitória da Conquista, reunidos em Assembleia, fizeram a avaliação da greve docente e o andamento das negociações da categoria junto ao MPOG. Sem respostas do governo em relação a mesa setorial e diante do anúncio do pacote de austeridade fiscal, que entre outras medidas, adia o reajuste salarial dos servidores públicos federais para agosto de 2016, os presentes discutiram a necessidade de manter a greve e aprovaram a sua continuidade com 17 votos a favor, 5 contrários e 7 abstenções. Apesar dos novos cortes e do prolongamento da greve, que impõe certo desgaste à categoria, a assembleia ponderou que, devido ao movimento de pressão, foi possível garantir a reversão do corte dos programas de Pós-graduação e a liberação dos empenhos com o reconhecimento das dívidas da UFBA
Nesse mesmo contexto, foi pontuada a dependência do IMS em relação ao calendário acadêmico da UFBA em Salvador, uma vez que, mesmo optando por sair da greve, o instituto não teria como dar andamento às atividades de ensino. Por essas e outras questões, que novamente debateu-se a contabilização dos votos de docentes do campus Anísio Teixeira [Vitória da Conquista] para somar-se nas deliberações tomadas em Assembleias Gerais em Salvador e a importância de efetivar a unidade entre os campi.
A próxima assembleia será realizada no dia 24/09, às 14h, no Pavilhão de Aulas do IMS.
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Close Menu