Concursos públicos existem para impedir o apadrinhamento

Concursos públicos existem para impedir o apadrinhamento

😤 Um dos objetivos do governo de Jair Bolsonaro ao criar a Reforma Administrativa (PEC 32/2020) foi reduzir a contratação de servidores concursados.

⚠Os membros do governo sabem que os concursos impedem o loteamento de cargos, a troca de favores e o clientelismo nos serviços públicos. E é por isso mesmo que eles desejam seu fim.

👀 Na proposta original, os concursos públicos seriam obrigatórios só para poucos cargos definidos como “típicos de Estado”, uma parcela muito pequena das funções desempenhadas por servidores públicos.

Com isso, ficaria mais fácil para políticos corruptos e oportunistas darem cargos em troca de apoio, favores ou propinas.

👎 O governo ainda propôs o aumento da quantidade de contratos temporários e instrumentos de cooperação que, na prática, promoveriam a transferência de recursos para empresas terceirizadas.

Essas são apenas mais algumas provas de que o governo de Jair Bolsonaro governa para os ricos e para os setores que se apropriam da política para enriquecer, às custas do sofrimento do povo brasileiro.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Close Menu