Comunicado Apub para docentes da Unilab: providências a respeito da vacinação

A Apub informa aos professores e professoras da Unilab (campus dos Malês) que tem acompanhado e tomado providências em relação ao impasse na vacinação de docentes universitários fora da sua cidade de lotação. O sindicato tomou conhecimento que docentes do campus dos Malês que residem em Salvador não têm autorizada a sua vacinação neste município, uma vez que sua atividade profissional acontece em São Francisco do Conde. Essa é uma situação que tem acontecido em outras Universidades, devido, especialmente, à ausência de uma coordenação nacional para a imunização.

A Apub tem adotado providências e acompanhado diligências sobre o tema, como o ofício enviado pelas instituições de ensino ao Conselho dos Secretários Municipais de Saúde (COSEMS-BA) solicitando que a vacinação de docentes universitários fosse organizada pelo município de residência e não de lotação. O Conselho declinou da competência, passado a questão para a Comissão Intergestores Bipartite (BA), presidida pelo secretário de saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, que, após reunião realizada na semana passada, negou o pedido, mantendo a decisão de vacinar pelo município de lotação.

Diante da negativa, a Apub irá negociar diretamente com o município de Salvador a inclusão dos/das docentes da Unilab residentes na capital na lista de vacinação e já organiza o ajuizamento de uma ação, caso a negociação não tenha êxito. Novas informações serão enviadas a respeito do andamento dessas providências.E, por fim, a Apub elaborou um breve formulário (acesse aqui) para mapear a quantidade de docentes dos Malês/Unilab que ainda não foram vacinados. 

Para dúvidas e outras informações, estamos à disposição.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Close Menu