No 1º Sisu com nova lei, 44% tentam vaga via cotas

Folha de São Paulo, 15/01/2012

No 1º Sisu com nova lei, 44% tentam vaga via cotas

Do 1,95 milhão de inscritos, 864 mil se identificaram como beneficiários

Lei sancionada em 2012 determina que 50% das vagas em federais sejam destinadas a alunos da rede pública

FLÁVIA FOREQUEDE BRASÍLIA

Na primeira vez em que o Sisu (Sistema de Seleção Unificada) considerou a nova lei de cotas, sancionada pela presidente Dilma Rousseff no ano passado, 44,3% dos candidatos se identificaram como beneficiários da norma.

A lei determina que, até 2016, 50% das vagas em universidades e institutos federais sejam reservadas a alunos provenientes da rede pública de ensino.

Do total de 1,95 milhão de estudantes inscritos no Sisu, 864.830 disputaram as vagas que são destinadas exclusivamente aos alunos que cursaram todo o ensino médio na rede pública.

Só para comparação, 88% dos estudantes concluíram o ensino médio em escolas públicas no ano passado.

O Sisu seleciona estudantes para instituições públicas de ensino superior de todo o país e utiliza como critério único o desempenho dos candidatos no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

A maior parte dos cotistas se identificou como preto, pardo ou indígena de família cuja renda é de até 1,5 salário mínimo per capita (R$ 1.017).

Os aprovados terão agora de comprovar que preenchem os critérios de cotas na instituição em que foram aprovados.

Foram ofertadas 129.319 vagas nesta edição do Sisu. Ao menos 12,5% delas (16.165) foram reservadas para cotistas.

‘SALTO’

O ministro Aloizio Mercadante (Educação) afirmou ontem que os números representam um “salto extraordinário” na educação do país.

“Chegar no primeiro Sisu a quase metade das inscrições [com cotistas] foi um passo bastante importante”, disse.

O ministro afirmou ainda que o desempenho dos alunos cotistas ficou muito próximo da média geral. “Tínhamos muita segurança de que nesses primeiros anos o perfil dos cotistas estaria muito próximo da ampla concorrência.”

O MEC ainda divulgou ontem a relação de vagas disponíveis para o Prouni, programa que garante bolsas integrais e parciais a alunos de baixa renda que desejam estudar em instituição privada.

Nesta edição, serão 144.639 bolsas, 25,56% a menos do que o Prouni do início de 2012.

Close Menu